ALM

Como aumentar a confiança do usuário final?

Quando falamos de entregas no ciclo de desenvolvimento de software, logo vem a pergunta… Como faço para aumentar a confiança do meu cliente/usuário final no trabalho feito pela equipe de desenvolvimento? Esta literalmente não deveria ser uma dúvida e principalmente não deveria ser um questionamento, afinal tudo que nos comprometemos a entregar deveria ser entregue da melhor maneira possível, deixando de lado qualquer questionamento sobre a qualidade dela.

Porém a realidade que vemos hoje nas equipes de desenvolvimento é justamente ao contrário, sendo que boa parte dos profissionais simplesmente se dão o direito de ignorar os processos básicos de Qualidade de Software por n motivos. O grande problema é que este tipo de atitude é crucial para o sucesso de um projeto.

Qualidade de software … uma necessidade!

Considerando que o desenvolvimento de software em uma empresa representa em média 25% dos gastos finais com softwares, identificar  a causa de problemas e falhas nos projetos de desenvolvimento  se torna uma necessidade.

Mas porque não nos preocupamos com isso então? Na minha humilde opinião o erro começa justamente em nossa formação, hoje em qualquer qualificação em projetos estamos acostumados a ver a seguinte figura:

Resultado de imagem para triangulo de projetos

Até este ponto tudo bem! Porém aprendemos que o sucesso de um projeto pode ser definido justamente por um triângulo, ou seja, através dos indicadores de:

  • Tempo (prazo)
  • Orçamento (custo)
  • Funcionalidades (escopo)

Pior ainda é que nos acostumamos em aceitar apenas 2 dos 3 itens. Agora a pergunta que eu deixo é: Podemos considerar isso um projeto de sucesso? Evidentemente que não! Primeiro porque simplesmente ignoramos uma quarta dimensão a qualidade.

Resultado de imagem para triangulo de projetos

E é justamente a qualidade que determinará o sucesso de um projeto. Porém as pessoas aprendem que podemos negociar qualquer uma das pontas do triângulo, mas esquecem que todas, mas todas mesmo afetam diretamente a qualidade final da entrega causando um descontentamento alto por parte do usuário e um índice de projetos entregues com falhas.

“Adriano… então você esta dizendo que eu não devo mais aceitar mais apenas dois dos três pontos do triângulo da gestão de projetos?”

Sim… isso mesmo! Acredito que isso deveria ser um assunto ultrapassado e sem a necessidade de discussões, mas como a realidade é outra… digo… a qualidade em um projeto não pode ser afetada de maneira alguma, isso se você pretende entregar um projeto de sucesso é claro. Portanto a negociação de qualquer um dos pontos (tempo, escopo e orçamento) não deve existir.

Qual o preço para a falta de qualidade em um projeto de software?

Como qualquer projeto, os projetos de softwares pagam um preço caro por não planejarem ou simplesmente ignorarem um processo de qualidade. Baseado em tempo, orçamento e funcionalidades especificadas entregues, 68% dos projetos nunca foram colocados em produção ou foram cancelados, um custo alto para uma área que se posiciona como estratégica em qualquer empresa.

Além dos custo financeiro pela não entrega de um produto de software com qualidade, temos os problemas indiretos ou morais da não entrega, os quais contaminam todos os membros de uma empresa e em muitos casos deixando o índice de tornover extremamente alto.

Portanto a falta de um processo de qualidade as vezes formal, pode sim impactar e muito o dia a dia de uma equipe de desenvolvimento, ou seja, se você está vendo sintomas como os que eu vou descrever abaixo dentro do seu negócio… está na hora de ligar o sinal de alerta e trabalhar em um processo de qualidade mais eficiente. (Não se esqueça de falar conosco Konia Tecnologia).

Dividindo sua equipe em três grandes partes desenvolvedores, testadores e negócio preciso dizer que todos são afetados pela  falta de qualidade no processo. De um lado temos os desenvolvedores que se sentem desmotivados, casados de “correr” atrás dos famosos bugs ping-pong, não possuírem na maioria das vezes um ambiente seguro para desenvolvimento e quando tem são disponibilizados de maneira errada transformando o tempo de preparação deles quase inviável. Os testadores que na maioria dos casos não são respeitados, os defeitos são fechados como “não-reproduzíveis” e quando utilizam ferramentas elas geralmente não são integradas ao ciclo de desenvolvimento. E para o negócio temos o principal impacto… A falta de qualidade gera um lentidão para responder a ameaças ou oportunidades de novos negócios, além claro do alto custo devido as falhas de projeto, gerando desconfiança do trabalho feito pelo time de desenvolvimento.

Legal… Mas como aumentar a confiança do meu usuário final?

A única maneira de aumentar a confiança do usuário final no trabalho da equipe desenvolvimento é trazer ele para o projeto, ou seja, chame-o para “dentro do táxi”, faça ele participar ativamente do projeto implementando ciclos de feedback.

“Um ciclo de feedback eficaz no Scrum é mais do que ter  sprints e fazer retrospectivas” Kris Philippaerts

Qualquer processo de qualidade bem estruturado trabalha com o que chamados de ciclos de PDCA.

  • Plan (Planejar)
    • Localizar problemas;
    • Estabelecer planos de ação;
  • Do (Fazer)
    • Execução do plano;
    • Colocar plano em prática;
  • Check (Checar)
    • Verificar atingimento de meta;
    • Acompanhar indicadores;
  • Action (Agir)
    • Ação corretiva no insucesso;
    • Padronizar e treinar no sucesso;

Um ciclo de PDCA sem dúvidas é muito mais complexo, o que o faz merecer um conteúdo exclusivo para eles, mas aqui ele entra como parte fundamental para implementarmos os ciclos de feedback durante um projeto de tecnologia. Portanto… quer melhorar o relacionamento e a confiança do seu usuário final? Não perca tempo…

  • Priorize e nunca abra mão de um processo de qualidade em seu projeto;
  • Trabalhe em ciclos de PDCA;
  • Chame eles para o táxi… Implemente ciclos de feedbacks e faça com que seu usuário se torne um usuário ativo no projeto.

Bom pessoal… sei que o conteúdo já ficou muito extenso… e por isso prometo continuar falando sobre o assunto em outros artigos, então fique atento e acompanhe as novidades nos canais abaixo. E caso queira se aprofundar e até mesmo apoio para discutir o assunto em sua empresa entre em contato será um prazer tomar um café com você.

Não quer perder mas nenhuma informação sobre ALM e DevOps, então não esqueça de me acompanhar nas redes sociais

2 Comments on “Como aumentar a confiança do usuário final?

  1. Excelente artigo, Adriano!

    Inclusive, utilizo o PDCA durante o ciclo de vida dos meus aplicativos e é muito eficaz no gerenciamento do mesmo!

    Um forte abraço,
    Ray

  2. Obrigado Ray.

    Sem dúvidas o PDCA ajuda em muitas áreas… mas infelizmente muitas pessoas esquecem dele.

    Parabéns por usá-lo e fazer a diferença com ele.

    Abs

Deixe uma resposta